dicas de atendimento ao cliente

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

5 dicas de atendimento ao cliente para aplicar em seu petshop

Um dos maiores segredos de qualquer negócio bem-sucedido está no atendimento ao cliente. Quando ele é excelente, se torna capaz de fidelizar os clientes e ampliar a base da empresa. Por outro lado, quando esse aspecto não recebe a devida atenção e o cliente não é bem atendido, a perda dele é quase inevitável.

Isso não é diferente quando o negócio se trata de um petshop. Nesse caso, em especial, o cuidado com o atendimento precisa ser redobrado, afinal, é preciso agradar o cliente de quatro patinhas e o seu tutor, para que a satisfação e o consequente retorno sejam garantidos.

Este post é perfeito para ajudar você a entender como oferecer um bom atendimento aos seus clientes peludos e não peludos. Então, não perca mais tempo: leia agora mesmo e amplie cada vez mais a base de clientes do seu petshop. Vamos lá!

1. Conheça o seu cliente e crie laços com o pet dele

Quando o assunto é petshop, o atendimento precisa incluir a criação de laços afetivos entre quem está atendendo e o pet. Afinal, estamos lidando com um ser que provavelmente, na maioria dos casos, se tornou um membro da família do seu tutor e esse serzinho é o seu verdadeiro cliente. Então, foco nele. Certo?

No entanto, o relacionamento com o tutor também é muito importante para que fique claro o quanto de carinho, cuidado e atenção você tem dado ao best friend dele. É esse “triangulo amoroso” entre vocês que garantirá a fidelidade dos seus clientes.

2. Entenda seus principais problemas e desafios

Um detalhe ínfimo pode fazer toda diferença no nosso dia a dia. E isso não é diferente na gestão de um petshop. Tanto você, quanto seu cliente podem ter problemas e desafios a superar para que seja possível oferecer a ele um bom atendimento.

Por exemplo, muitos tutores podem ter dificuldade de levar e buscar o seu companheiro no petshop.  Você pode resolver esse problema criando um serviço de taxi dog ou fazendo parceria com algum já estabelecido.

3. Saiba ouvir e educar o seu cliente

Para entender esses desafios como o que acabamos de mencionar, é fundamental saber ouvir o cliente e saber como educá-lo. Entendo as dúvidas dele, você conseguirá, por exemplo, fazer com que ele respeite uma frequência mensal mínima de banho e tosa, o que gerará para você um cliente fiel e recorrente.

O primeiro passo aqui é ouvir, estar sempre disponível e ser proativo o suficiente para criar soluções

e agregar serviços capazes de resolver os problemas e as dúvidas dele.

4. Ofereça uma experiência personalizada e inesquecível

Personalização é um diferencial que não tem preço. E ela que tornará o seu petshop único e capaz de atrair mais clientes fiéis e diferenciados. Portanto, lembra o que falamos sobre ouvir o seu cliente? Então, é assim que você consegue entender as preferências dele e se torna capaz de oferecer experiências inesquecíveis e especiais, tanto para ele, quanto para o pet.

5. Valorize o pós-venda e a fidelização

Por fim, o pós-venda é o que mantém o cliente fiel. Por isso é importante manter uma ficha do pet, montar um calendário com tudo que ele precisa, e dar aquela ligada ou mandar um e-mail para o tutor dele, lembrando a data do vermífugo, do banho, das vacinas etc.

Conclusão

Seguir essas dicas que você acabou de ler é fundamental para a fidelização de clientes e consequente crescimento do petshop. Além disso, a oferta de produtos de boa qualidade e serviços diferenciados também tem um peso considerável nessa fórmula de sucesso.

Por isso, se você quer oferecer os melhores produtos no seu petshop, está na hora de conhecer as linhas de produtos para cães e gatos da Matsuda Pet!

 

 

Confira mais