Alimento seco, semiúmido e úmido para cães: entenda as diferenças

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Alimento seco, semiúmido e úmido para cães: entenda as diferenças

A cada nova ida ao pet shop, uma nova surpresa. As prateleiras estão lotadas de opções de alimentação para os pets, sob as mais diversas apresentações: petiscos, alimentos completos, rações secas, comidas úmidas… São alternativas que não acabam mais!

Nesse ponto, é comum que tenhamos dúvidas sobre qual é o alimento preferido para o nosso grande amigo. Então, pensando nisso, elaboramos uma postagem para responder uma questão muito frequente: qual é a diferença entre o alimento seco, semiúmido e úmido para cães?

Não faz ideia de qual seja a resposta? Então, continue a leitura, tire as suas dúvidas e aprenda mais algumas informações para cuidar do seu doguinho do jeito que ele merece, ao diversificar alimentos e optar por opções balanceadas e nutritivas. Vamos lá!

Quais são as categorias de alimentos para cães? 

Para começar, vamos descobrir quais são as diferenças entre os alimentos seco, semiúmido e úmido. Confira!

Alimento seco

Os alimentos secos são categorizados por terem uma umidade de até 12% em sua composição. Nessa leva, temos as rações — que são alimentos completos e podem fazer parte exclusivamente da dieta do seu pet — e os biscoitos, que se enquadram como petiscos.

Alimento úmido

Depois, temos os alimentos úmidos que, como o nome já diz, são os que têm mais umidade na composição, com taxas acima de 30%. Nesse grupo, encontramos latinhas e sachês. Boa parte deles é considerada como alimentos completos e também podem ser exclusivos na dieta, substituindo as rações. Dica: verifique se a informação está presente na embalagem do produto!

Alimento semiúmido

Os alimentos semiúmidos estão entre os dois primeiros tipos de alimentação para cães. Eles têm umidade entre 13% e 29% e podem ou não ser alimentos completos. É preciso se informar com o fabricante, com algum médico-veterinário ou até mesmo na embalagem do produto, onde a informação deve estar presente.

Qual escolher: alimento seco, semiúmido ou úmido? 

Não há uma resposta única para essa questão. A verdade é que cada caso é completamente exclusivo e exige a avaliação de um médico-veterinário ou zootecnista especializado em nutrição. Ele fará exames em seu pet, avaliará o seu estado de saúde e poderá orientar você com dicas para alimentá-lo da melhor maneira possível.

Alguns tipos de patologia, por exemplo, podem exigir uma maior adição de dieta úmida na rotina do animal. Outras, por sua vez, podem demandar uma alimentação medicamentosa específica.

No entanto, fique de olho: alguns tipos de alimento — que se enquadram na categoria de “petiscos” — não substituem uma alimentação completa e devem ser oferecidos apenas em momentos específicos e, de preferência, com o aval do profissional responsável.

Gostou de conhecer as particularidades dos alimentos seco, semiúmido e úmido para cães? Esperamos que sim, já que uma alimentação balanceada é um dos pilares para que os cães vivam uma vida longa e saudável. Então, buscar informação é estar no caminho certo!

Aproveite e confira os principais produtos para cães produzidos pela Matsuda Pet. São alimentos ricos em nutrientes e elaborados com alta tecnologia e embasamento científico, tudo para ajudar você a cuidar muito melhor de quem você tanto ama!

Confira mais