cachorrinho na cama coberto olhando pra foto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Cachorro com frio? Veja cuidados necessários no inverno

O clima no Brasil varia muito entre as regiões e há cidades, como as do Sul do país, que sofrem com o frio intenso durante o inverno. Quem vive nesses locais precisa ficar atento para cuidar do cachorro com frio e dar toda a proteção que ele precisa.

Porém, é necessário compreender que as necessidades deles são diferentes das dos humanos. Assim, os cuidados que você deve ter para garantir que o cachorro com frio fique bem são especiais.

Veja algumas dicas e cuide bem do seu peludo neste inverno.

Cachorro com frio precisa de abrigo quente

Seja o seu pet de pelo curto ou longo, ele precisa de um abrigo quentinho para se proteger do inverno. Para isso, providencie uma casinha no tamanho adequado e a deixe em um local coberto de longe de vento.

Dentro da casinha, coloque um colchonete e um cobertor para proteger bem o peludo. No geral, em dias com temperatura não muito fria esse cuidado é suficiente. Mesmo assim, o tutor precisa ficar atento para saber se o animal está confortável ou se sente frio.

Um cachorro com frio fica enroladinho em um canto e pode até tremer. Neste caso, é preciso providenciar um local mais quente para ele e cobri-lo com um cobertor ou, em alguns casos, colocar roupinhas.

Há também casos nos quais os cães não gostam de entrar na casinha. Se o seu peludo for assim, é preciso ter um local coberto e livre de vento para que ele durma. Coloque um estrado de madeira e a caminha em cima. Isso evitará que a temperatura fria do chão chegue nele.

Cuidado com a tosa

Outro cuidado muito importante é quanto à tosa. Durante o inverno, evite tosas muito baixas e deixe os pelos maiores, para aproveitar a proteção natural do cão e garantir que ele não fique com frio.

O ideal é optar pela tosa higiênica, que corta apenas os pelos de locais como os vãos dos dedos e a face, para evitar que sujeira fique grudada.

Banho pode deixar o cachorro com frio

Com os dias frios, os banhos precisam ser bem quentinhos. Porém, o mais adequado mesmo é diminuir a frequência de banho e só dar em dias que tenham a temperatura mais alta e agradável.

Mesmo assim, garanta a água aquecida (morna), seque o peludo com a toalha e não se esqueça de finalizar o banho com o secador. Nunca deixe ele molhado, pois ficará com frio.

Roupinhas nem sempre são necessárias

Antes de comprar roupas para o pet, lembre-se de que ele já tem a proteção natural contra o frio, que são os pelos. Se você o mantiver em um local adequado e com cobertor, provavelmente já será suficiente.

Porém, em cidades com o clima mais gelado, cães de pelo curto ou com pouco subpelo podem precisar de roupas. Animais mais idosos ou com artrose também precisam de um cuidado especial. Esses cães, quando sentem frio, podem sofrer mais com a dor. A roupinha poderá se tornar uma aliada.

Passeios são importantes

Mesmo em dias frios é preciso estimular o cachorrinho a se exercitar. Escolha os horários do dia com a temperatura mais agradável, como na hora do almoço, para dar um voltinha.

Cachorro com frio come mais

No inverno, o cães acabam gastando mais energia para manter a temperatura do corpo. Por isso, é comum que eles comam mais do que durante o verão.

Em animais saudáveis, a quantidade de alimento poderá ser aumentada em até 20%. Já em pets obesos isso não deve ser feito. Converse com o Médico Veterinário do seu amigo de quatro patas, para que ele avalie as condições do seu animal de estimação e indique sobre a quantidade de alimento a ser oferecida em dicas mais frios.

Gostou das dicas? Como é a temperatura no inverno em sua cidade?

Confira mais