menina loira brincando com gato no chão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

5 dicas para cuidar de gato em apartamento

Os felinos são curiosos, adoram brincar e precisam gastar energia. Por isso, o tutor que quer criar um gato em apartamento precisa ter alguns cuidados, tanto para garantir que ele tenha como ser feliz no local, quanto para evitar acidentes e fugas.

O melhor de tudo é que as ações são simples e muito eficazes. Para que você não se esqueça de nada e possa criar o bichano bem e seguro, separamos algumas dicas tanto de segurança, quanto referentes à saúde do felino.

Veja todas elas e crie um gato em apartamento da forma correta.

1. Segurança para gato em apartamento

Antes de adotar um bichano ou levar o seu felino para um prédio, é preciso se preocupar com a segurança dele. Como você sabe, o gatinho vai querer explorar tudo, até a sacada e as janelas.

Para evitar acidentes e tentativas de fugas, é preciso telar tudo. Afinal, por mais equilibrado que o gatinho seja, ele pode se distrair com um pássaro ou com qualquer coisa que possa se tornar uma possível caça. É nessas horas que acidentes podem acontecer e o bichano acabar caindo.

Dependendo da altura e forma da queda, ele corre o risco ficar ferido gravemente e até morrer. Isso deve ser evitado com a colocação de telas de segurança na sacada e em janelas antes da chegada do pet.

Não se esqueça da ventarola do banheiro, pois ela também será interessante para o gatinho de estimação. Por isso, precisa ficar sempre fechada ou ser telada, assim como as demais.

2. Castração é essencial para criar um gato em apartamento

Além de telar tudo, é essencial que o gato seja castrado. Isso facilitará muito a adaptação de machos e fêmeas.

As gatinhas não entrarão no cio, o que fará com que elas não tentem fugir para acasalar ou deem aqueles miados altos que podem incomodar a vizinhança.

Já a castração do macho, além de fazer com que ele fique mais caseiro, evita que ele saia fazendo xixi pela casa toda, espirrando no sofá, parede, estantes, entre outros. Isso acontece pela diminuição da concentração de testosterona no organismo, que diminui o instinto de reprodução e de demarcação de território.

3. Caixinha de areia

Para criar um gato em apartamento é essencial ter uma ou duas caixinhas de areia para ele. Essa areia é especial para que o gatinho faça as necessidades. Ela pode ser comprada em pet shop.

A caixinha deve ser limpa diariamente e totalmente trocada uma a duas vezes por semana. Para que ele se sinta seguro ao usar, coloque-a encostada em um canto da casa e a mantenha sempre o mesmo lugar.

4. Brinquedos e diversão para um gato em apartamento

Um pet, que tem acesso a um grande quintal, tem espaço para correr e é atraído até pelas folhinhas das árvores. Do outro lado, o gato que mora em apartamento não tem a mesma distração natural. É por isso que ele precisa de muito estímulo, brinquedos e um dono presente.

Reserve algumas horas do dia para se divertir com o bichano. Compre ratinhos, bolinhas e outros brinquedinhos, que sirvam de distração para quando você está fora.

Tampinhas de garrafas plásticas, bolinhas de papel e pompons também costumam ser bem aceitos como brinquedos pelos felinos.

Não se esqueça de ter um arranhador, de preferência os com toquinhas, e algumas caixas de papelão para que ele durma e brinque sempre que quiser.

5. Nichos suspensos são ótimas opções

Há também alguns nichos(são espécies de prateleiras), que são fixados na parede, e funcionam como um parque de diversões para os gatinhos. Neles, os felinos podem exercer o instinto de subir nas coisas e ver o mundo do alto, sem riscos.

Você encontra nichos especiais para os bichanos, de diferentes formatos e cores, para que se adaptem à decoração do seu lar.

Gostou das dicas? Então corra e saiba mais sobre banho em gatos e cuide bem do seu bichano.

Confira mais