cachorro sendo adestrado dando a pata

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como adestrar seu cachorro? Veja dicas e benefícios

Ter um animal de estimação em casa é algo muito positivo. Afinal, o bichinho interage com a família, alegra dias tristes, elimina a sensação de solidão e preenche a vida de todos. Porém, acompanhado de toda essa alegria vêm algumas obrigações como adestrar seu cachorro, ensinar as regras da casa e impor alguns limites.

Claro que você pode deixar o pet dormir em sua cama ou assistir TV com você, deitado no sofá. Quando falamos em limites, tratam-se de regras básicas para a boa convivência e também para evitar que ele se machuque ou coma algo que não deva. Dizer “não”, na hora certa, também é uma prova de amor.

Está preparado? Então veja dicas de como adestrar seu cachorro e descubra quando está na hora de procurar um adestrador.

Dicas de como adestrar seu cachorro e melhorar o convívio

Antes de falar sobre como adestrar seu cachorro, é importante lembrar que mesmo com os ensinamentos, você precisará continuar brincando e passeando com ele. Muitas vezes, os peludos ficam muitas horas sozinhos e com energia acumulada.

Os momentos de brincadeira e de passeio ajudam a gastar toda a energia, a manter a saúde dele e a sua em dia e ainda a melhorar a interação entre vocês. As caminhadas devem ser diárias, em horário em que não esteja sol. De preferência bem cedo ou ao entardecer.

O mesmo vale para as brincadeiras. Além de deixar bolinhas e brinquedos disponíveis, reserve parte do seu dia para se divertir com ele. Agora, veja algumas dicas de como adestrar seu cachorro e evitar alguns problemas de convívio:

· Saiba dizer não: a primeira coisa é aprender a dizer não. Sempre que ele fizer algo errado, como pegar um alimento de cima da mesa, por exemplo, e você pegá-lo no flagra, diga que não pode. Fale sério com ele e impeça que pegue. Eles compreendem, pela forma que você fala, que algo não está bom e aprendem o que não pode. Isso deverá ser repetido para que ele saiba que não deve fazer isso;

· Brinquedos que gastem tempo: há um brinquedo que é adequado para colocar alimento dentro dele. Você encontra em diversos formatos e cores. Ofereça para o seu pet, principalmente se ele é daqueles que destróem a casa enquanto você está fora. Além dos passeios, alimente-o usando esse brinquedo. Ele vai demorar para tirar os “grãos” de dentro, gastará energia e se distrairá;

· Evite dar tchau: outro ponto importante, para evitar que ele destrua a casa, é evitar de dar tchau. Muitos donos conversam com seu cachorrinho e se despedem sempre que saem. Isso o deixa ansioso e faz com que ele fique desesperado, a espera de sua volta. Para se acalmar, come o seu chinelo ou cava um buraco no sofá. Na hora de sair, simplesmente saia, sem falar nada para ele;

· Tente mudar o foco: alguns cachorrinhos adoram lamber o rosto dos donos. Se o seu é assim e você não gosta, tente mudar o foco. Se ele for tentar lamber, coce a barriga dele. Isso fará ele preferir deixar para receber carinho do que lamber o seu rosto.

Como adestrar seu cachorro e ensinar truques

Embora várias coisas você mesmo possa ensinar para o seu pet, se quiser que ele sente, deite, role ou faça algum truque especial, é indicado procurar por um profissional.

O mesmo vale para quem tem um cachorro que morde visitas ou que briga com todos os cães que vê na rua. Casos assim precisam ser avaliados pelo Médico-Veterinário, para que ele veja se há algum procedimento que possa ajudar, como por exemplo, a castração.

Ela é interessante para animais muito bravos. Há também casos em que o pet fica mais agressivo por estar sentindo alguma dor, ou seja, ele precisa de tratamento.

Além disso, é importante ter a instrução e ajuda de um adestrador. Ele poderá avaliar toda a rotina do seu animal, ensinar você a como adestrar seu cachorro e, claro, acompanhar o cão durante o aprendizado.

Gostou das dicas? Há algo que você gostaria de ensinar ao seu cão? Conte pra gente nos comentários!

Confira mais