gato tomando banho

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como dar banho em gato? Veja como fazer e se é necessário

Quem sempre teve cachorro de estimação e decide adotar um bichano, muitas vezes, fica cheio de dúvidas. Afinal, os animais de estimação têm temperamento diferentes e precisam de cuidados especiais, cada um de acordo com a sua espécie. Um dos questionamentos frequentes é como dar banho em gato.

Você sabe que os felinos têm fama de não gostarem de água, não é? Será que eles precisam mesmo de banho? De quanto em quanto tempo? Como lavar? Quais os cuidados? Se você tem essa e outras dúvidas, este artigo vai ajudar.

Nele, você vai compreender um pouco mais da vida dos bichanos e das necessidades especiais que eles têm quanto à sua higiene. Fique atento e trate seu pet da melhor maneira.

Como dar banho em gato? É realmente necessário?

Antes de saber como dar banho em gato, é preciso entender que ele só é indicado em casos específicos, quando há indicação do médico veterinário. Na rotina do bichano saudável, os banhos não são indicados.

Há diversos motivos para que o felino não tome banhos frequentes. Um deles é o estresse causado pelo contato com a água. Todo animal estressado pode ter queda de imunidade e ficar com o organismo mais predisposto ao desenvolvimento de doenças.

Outro ponto muito importante é que ao lavar o felino com xampu, você tira o feromônio que ele tem em sua pele, que serve como a identidade do gato e também está relacionado com o bem-estar. É por isso que, depois que uma pessoa dá banho em um bichano, ele tende a se lamber compulsivamente. O pet está tentando recuperar o feromônio perdido.

Por isso, na maioria das vezes, a melhor solução é deixar o próprio felino se lavar, ao se lamber. Respeitar a natureza evita estresse, dermatites e outros problemas.

Quando e como dar banho em gatos?

Embora em um animal saudável os banhos não sejam necessários, há casos que eles acabam sendo indicados. Você terá que dar banho no felino em situações como:

  • Dermatites: quando o animal tem algum problema de pele e o médico veterinário indica os banhos com o medicamento adequado, é preciso lavá-los;

  • Seborreia: alguns animais são mais predispostos a ter seborreia, que deixa o bichano com oleosidade nos pelos e também escamação de pele, semelhante à caspa. Nesses casos, o médico veterinário irá avaliar a gravidade para indicar ou não o banho terapêutico;

  • Se o animal se sujou com algum produto químico ou tóxico e que precisa ser removido;

  • Em casos nos quais, por alguma doença ou debilitação, ele não consegue se limpar e está sujo. Pode ser necessário dar banho em algumas partes do corpo, para melhorar a sua qualidade de vida.

Resumidamente, o banho só deve ser dado quando o médico veterinário determinar que isso é o melhor para o felino. Nos demais casos, escove o gato com escova apropriada, para tirar os pelos e evitar nós.

Como dar banho em gato?

Caso o banho terapêutico seja necessário, tenha os seguintes cuidados:

  • Atenção com as mãos. Ele não vai gostar de ser molhado e pode tentar arranhar você. O uso de luvas grossas ajuda a proteger;

  • Escolha uma banheira ou bacia grande, para facilitar o banho;

  • Providencie água morna ou coloque a bacia perto do chuveiro;

  • Você pode colocar um pouco de água morna no fundo da bacia e tentar segurar o felino pela nuca e pelas pernas traseiras, para colocá-lo na água do banho;

  • Se preferir, primeiro coloque o bichano na bacia, segure e, com a mangueira do chuveiro, deixe a água entrar na bacia suavemente para não assustá-lo;

  • Molhe o gato cuidadosamente e passe o xampu especial determinado pelo médico veterinário;

  • Deixe a cabeça por último e tenha cuidado para não molhar os ouvidos e não deixar a água cair nos olhos;

  • Seque com uma toalha e evite secador, para não estressá-lo ainda mais.

Gostou de saber como dar banho em gato? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Confira mais