filhote de cachorro deitado na grama olhando feliz pra foto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Dicas para cuidar de filhotes de cachorro

Filhotes de cachorro são lindos, divertidos, têm bastante energia e precisam de cuidados especiais. Por isso, antes de adotá-los, prepare-se. Veja dicas!

Vai adotar filhotes de cachorro pela primeira vez? Ter um animalzinho em casa é um sonho para muitas pessoas, mas como eles precisam de atenção, carinho, alimentação certa, entre outros cuidados, é preciso esperar o momento certo para ter um amigo de quatro patas em casa.

Já que chegou a sua hora, é melhor pesquisar bastante antes de adotar os filhotes de cachorro. Assim, poderá preparar a casa para recebê-los e saberá como cuidar deles da melhor maneira.

Para ajudar você a desfrutar dos momentos com o seu novo pet da melhor forma, separamos algumas dicas. Confira e divirta-se com seus peludos!

Filhotes de cachorro precisam de ração apropriada

A primeira coisa que você precisa saber é que os filhotes de cachorro estão em fase de crescimento e, por isso, precisam de uma nutrição diferenciada.

Além de ter um metabolismo rápido e gastar muita energia, eles têm maior demanda de alguns minerais e vitaminas. Por isso, escolha uma ração para filhotes de qualidade para oferecer-lhe.

Local para ficar em casa

Como todo bebê, os filhotes de cachorro também precisam de um local protegido do frio, vento e do calor intenso. O ideal é que você providencie uma caminha e coloque dentro de casa. Em dias mais frios, não se esqueça de colocar um cobertor bem quentinho.

Eles podem chorar

Caso você os adote assim que eles desmamarem, ou seja, caso pegue os filhotes de cachorro que estavam ainda com a mãe, provavelmente eles irão chorar por uma ou duas noites. Faz parte do processo de adaptação.

Além de dar atenção aos pequenos integrantes da família, é interessante adquirir um bichinho de pelúcia apropriado para cães brincarem. Os filhotes costumam gostar de dormir ao lado deles e tendem a ficar mais calmos.

Vale lembrar que o filhotes de cães só devem ser desmamados com no mínimo 30 dias de vida, mas o ideal é que mamem com até 60 dias. Antes disso, é importante que ingiram o leite da mãe.

Filhotes de cães precisam de vermífugo

Sim, é preciso vermifugar os filhotinhos. Já com 30 dias de vida eles poderão tomar a primeira dose, mas depois você deverá repeti-la. Por isso, quando for adotar, pergunte se eles já receberam vermífugo e informe isso ao médico-veterinário, para que ele estabeleça o protocolo de vermifugação.

Não precisa se preocupar, pois há vermífugos para filhotes de cachorro que são líquidos. É fácil de administrar o medicamento.

Não se esqueça das vacinas

Fique atento também à vacinação. Ela é muito importante e evita que os seus filhotes de cachorro sejam acometidos por diversas doenças.

A primeira vacina deve ser aplicada com 45 dias de vida. No geral, o filhote terá que tomar pelo menos mais duas doses ainda nesse período, aos 60 e aos 90 dias de vida. Porém, o médico-Veterinário poderá indicar o total até de quatro doses e alterar essas datas, dependendo da avaliação que fizer do bichinho.

Não se esqueça de que essa vacina deve ser reforçada todos os anos, para manter o seu peludo protegido. Há ainda a vacina antirrábica, dentre outras, que poderão ser prescritas pelo médico-Veterinário.

Castração dos filhotes de cães

Machos e fêmeas devem ser castrados ainda filhotes e a data certa para isso será indicada pelo Médico-Veterinário. É importante que as fêmeas sejam castradas antes do primeiro cio. Quando isso é feito, diminui a chance da cadela ter câncer de mama mais tarde.

Saiba que com apenas 8 meses a cachorrinha já pode entrar no cio. Por isso, castre-a antes disso!

Já nos machos a castração diminui a agressividade e também a demarcação de território, com xixi feito fora do lugar.

Gostou das dicas? Quais os nomes que você escolheu para os filhotes de cães que adotou? Conte pra gente nos comentários!

Confira mais