Entenda como otimizar a cadeia de suprimentos em sua distribuidora pet

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Entenda como otimizar a cadeia de suprimentos em sua distribuidora pet

Você já pensou em como otimizar a gestão da cadeia de suprimentos da sua distribuidora pet? Muitos gestores dão menos atenção do que deveriam para essa questão, de forma que pode comprometer consideravelmente os resultados do seu negócio.

Problemas deste tipo podem trazer complicações como atraso nas entregas, venda de produtos que não estão em estoque, demora na reposição de itens, entre uma série de outras questões que prejudicam o sucesso da sua distribuidora.

Por isso, confira dicas incríveis de como otimizar a cadeia de suprimentos em sua distribuidora pet e adote-as em seu negócio.

Tenha uma boa gestão de estoque

Um primeiro passo é entender o que você tem em estoque em sua distribuidora e quais são os padrões existentes (por exemplo, o giro de estoque e previsão de demanda de determinados produtos). Para isso, a gestão de estoque precisa ser muito eficiente.

Por exemplo, se você sabe o tempo de giro de estoque de determinadas rações, consegue realizar a reposição dos itens no tempo certo e, ao mesmo tempo, também consegue regular os prazos de validade.

Com isso, há menos riscos tanto de perdas por prazo de validade perdido, ou redução dos lucros (quando é preciso fazer promoções para acelerar as vendas e não perder o item) ou, ainda, perder oportunidades de venda por não ter feito a reposição no tempo adequado.

Otimize a logística de entrega

A cadeia de suprimentos vai de ponta a ponta e a parte da logística de entrega também merece atenção. Alguns pontos que você deve ficar atento são:

Conte com softwares para gestão de supply chain management

As tecnologias são as grandes aliadas dos processos de gestão da cadeia de suprimentos. Softwares focados para este tipo de questão possui ferramentas específicas focadas para todas as etapas da cadeia, entre elas:

  • gestão de fornecedores;
  • controle de estoque;
  • análise do momento de reposição de estoque;
  • análise de gestão de estoque, entre outros pontos.

Não se esqueça da qualidade de atendimento ao cliente

Quando o gestor olha para a cadeia de suprimentos, é muito comum que ele esteja analisando essencialmente os processos internos. Mas esses cuidados estão intimamente ligados com o atendimento ao cliente. Por exemplo, o atraso de um item pode fazer com que o pet do cliente fique sem ração por alguns dias.

Por isso, sempre considere a posição do cliente nestes processos. Alguns pontos importantes são:

  • tenha um canal de suporte;
  • traga um FAQ bem elaborado para tirar dúvidas previamente;
  • otimize processos que estejam ligados com boa experiência do cliente;
  • analise a qualidade dos fornecedores. 

Tenha bons fornecedores

Além disso, é fundamental que você traga os melhores fornecedores para a sua distribuidora. Isso impacta, por exemplo, na experiência do cliente, saúde do animal (se estamos falando de rações e medicamentos), prazos de fornecimento dos itens para reabastecer seu estoque, entre outros pontos importantes.

Otimizar a cadeia de suprimentos pode ser fundamental para proporcionar as melhorias necessárias para garantir melhor experiência do cliente e, consequentemente, maior volume de vendas para sua distribuidora. 

E para mais dicas importantes como essas para o crescimento do seu negócio, siga nosso perfil no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe outros conteúdos importantes para potencializar seu lucro!

Confira mais