tipos de coleira para cachorro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Tipos de coleira para cachorro: saiba qual escolher

Estilosas e bonitas, as coleiras para cachorro são um item indispensável na rotina dos nossos amigos de quatro patas. Afinal, além de serem essenciais para que eles possam mostrar todo o seu estilo por aí, são poderosas aliadas da segurança durante os passeios.

O conforto também deve ser levado em consideração, além dos objetivos de cada tipo de coleira. Calma aí! Você não sabia que há muitas variedades para escolher? Então, veio ao lugar certo!

A seguir, vamos discutir sobre os diferentes tipos de coleira para cachorro, descrevendo a função de cada uma delas e passando dicas bacanas para que você possa acostumar o seu pet a usá-las. Boa leitura!

Quais são os tipos de coleira para cachorro? 

Logo de cara, vamos descobrir quais são os principais tipos de coleira para cachorro. Vamos lá?

Coleira tradicional

Esse é o tipo de coleira mais conhecido, aquela que fica em volta do pescocinho do animal. É indicada para pets que tenham um temperamento tranquilo e estejam acostumados com as caminhadas pela rua ou pela clínica veterinária. O seu objetivo é mais conduzir o animal do que contê-lo nos passeios.

Enforcadora

Apesar do nome esquisito, essa coleira é muito popular no caso de cães que estão sendo adestrados. Com um leve puxar, ela repreende o animal, sendo indicada para os pets que acabam puxando muito nos passeios. No entanto, só deve ser utilizada com o “ok” de um profissional, pois pode machucar o cãozinho se usada sem orientação. 

Cabresto

É outro tipo de coleira utilizada no processo de adestramento. A diferença é que, aqui, ela tem uma amarração semelhante a de uma focinheira, sendo indicada também para os pets mais agitados e que pulam muito. 

Peitoral

O peitoral é outro modelo de coleira muito popular. É recomendado para praticamente todos os tipos de pet, independentemente do seu porte ou raça. São seguras, mais difíceis de o animal escapar e trazem mais estabilidade para o tutor que está fazendo a condução do cãozinho pelos locais.

Anti-puxão

É um tipo diferente de peitoral, no qual o gancho de anexar a guia está localizado no peito do pet e não em suas costas. É recomendada para os cachorros que costumam puxar muito durante os passeios, trazendo mais conforto e estabilidade para o tutor sem machucar o cãozinho.

Como escolher a coleira perfeita? 

A escolha da coleira ideal para o seu grande amigo dependerá de muitos fatores. Alguns são:

  • se ele já está acostumado a caminhar pelas ruas;
  • se ele é do tipo de cãozinho que puxa a coleira ao andar;
  • se ele é agressivo com estranhos ou outros cães;
  • se ele é obediente;
  • se ele é tranquilo, entre outros.

Por isso, é importante sempre conhecer muito o próprio pet e entender bem quais são os objetivos de cada tipo de coleira.

Como cuidar da coleira?

Os cuidados com as coleiras não são tão complexos. Tudo dependerá do seu material e das orientações fornecidas pelo fabricante.

Por exemplo: coleiras de tecido devem ser lavadas e colocadas para secar, enquanto as de couro precisam ser hidratadas de tempos em tempos. A peça-chave é tratá-la de acordo com a sua composição e sempre guardá-la em um local seguro, fora do alcance do cãozinho. 

Como acostumar o cãozinho com a coleira?

Esse é um processo que pode vir a ser desafiador. A dica é começar aos poucos, independentemente de qual seja a idade do seu pet e se ele está ou não acostumado com aquele tipo de coleira.

Comece deixando-a no cãozinho em casa, sem levá-lo para fora. Deixe que ele se habitue ao modelo em um ambiente seguro. Depois, você pode começar a andar pela residência, testando a aceitação do pet ao novo item.

Por fim, leve o teste para as ruas, mas atenção: vá devagar. Aumente as distâncias progressivamente, até que ele se sinta confortável e seguro.

Lembrando que petiscos são super bem-vindos nesse processo!

Como vimos, a coleira é um item que deve aliar conforto à segurança do pet. Então, sugerimos que você entre em contato com um veterinário para saber mais e descobrir o modelo ideal para o seu animalzinho.

Aproveite e compartilhe este artigo em suas redes sociais! Assim, mais pessoas podem verificar essas informações e adquirir os melhores modelos de coleiras para os seus próprios pets.

Confira mais